#Comportamento – Transformando a dor em missão! (famosas que passaram por isso)

Imagem

Olá meninas tudo bem?

Hoje eu venho contar a vocês o porque resolvi transformar minha em uma missão. A principio sempre quis ajudar as pessoas e essa vontade foi crescendo a longo do tempo, sempre me identifiquei muito com criança e assim surgiu essa enorme vontade de fazer algo por elas, então comecei a trabalhar em multi nacional que tinha muito enfoque em alimentação infantil e isso me despertou, resolvi fazer nutrição para um dia quem sabe trabalhar com formulas infantis.

Com o passar do tempo, percebi que aquela mesmo sendo minha vontade talvez não fosse a maneira que eu conseguiria ajudar crianças, percebi que não estava feliz com o curso então resolvi desistir.

Mais pra frente quando consegui me formar em marketing com muito custo, com a gestação no meio de tudo isso, e ainda a perda de minha Alice percebi que antes de ajudar alguém eu precisa me ajudar, recuperar minha auto estima, e assim nasceu o corponovomentenova, onde passando essa minha experiencia a vocês cada dia me ajuda a ser estimulada a continuar e quem sabe amanhã ajudar minhas crianças.

Bom para completar esse post, quero mostrar a vocês como nosso problema é comum e pode acontecer com qualquer pessoa, basta a gente ter fé e não ter vergonha de passar isso que tudo vai se encaixando, a vida vai nos mostrando como lidar com essa dor e direcionando para um novo caminho.

Pode acontecer com qualquer mulher, as vezes nos culpamos, porque ora ou outra pensamos que poderíamos ter tido mais recursos, mais cuidados, que salvaríamos nossos bebês se estivéssemos rodeadas dos melhores médicos, conforto, mas saibam que quando tem que acontecer, acontece, independente de você estar sob os cuidados dos melhores especialistas ou não. Andei fazendo uma breve pesquisa na internet e descobri muitas mulheres famosas, da mídia que já passaram pela dor da perda de um filho, listarei algumas:

IVETE SANGALO, em 2008, teve um aborto espontâneo do primeiro filho, segundo as palavras da cantora,”(…)“Eu fiquei muito sofrida. Dói demais. De alguma maneira, aquilo já está impregnado no meu caminho. Eu estava tão feliz e não teve jeito! Fiquei muito tristinha. Mas eu tenho muita fé em Deus e conversei com ele: ‘Meu Deus, se o Senhor deliberou assim, que seja assim’. Mas eu sou uma pessoa, não uma máquina. E fiquei muito magoadinha”, ainda acrescenta que o Padre Marcelo Rossi a ajudou muito neste processo de recuperação, conta a revista Quem, do dia 20 de julho.

CAROLINA DIECKMAN, sofreu dois abortos espontaneos, um em 98 e outro em 2006, mas sua perseverança não a impediu de ter 2 filhos lindos e saudáveis.

TICIANE PINHEIRO, em sua primeira gestação, as 22 semanas perde sua primeira filha, por mal formação do feto, superou e agora, já tem uma filha.

SHEILA CARVALHO, em 2008, passou pela perda de seu filho Bryan, que nasceu prematuro de 7 mêses e não resistiu, hoje Sheila superou a dor e já tem uma linda filha, saudável.

LILY ALLEN, cantora, perdeu seu bebê aos 6 mêses de estação em 2010 e confessa que chegou a beira da morte, por causa disto, em suas palavras: “(…)”Eu não conseguia me importar comigo mesma. Eu literalmente estava em meu leito de morte, mas eu não sentia”, contou a cantora, de acordo com o jornalThe Sun.”

 

JOELMA, do Calypso, sofreu em 2009 aos 2 mêses de gestação, e já é mãe de dois filhos e com certeza já superou.

CELINE DION, cantora, em 2009 teve um aborto espontâneo 10 dias depois de anunciar a gravidez e hoje, já tem seus gemeos que nasceram em 2010.

FERNANDA BRUM, cantora gospel, teve 4 abortos e hoje tem 2 filhos, exemplo de fé e superação. “(…) tive indicação médica por causa dos embriões que morriam em meu ventre.O coração parava de bater após um descolamento de placenta, e eu ficava com o embrião morto na barriga, tomando medicamento para induzir a eliminação espontânea do embrião. Algumas vezes lembro-me de ter voltado da anestesia gritando meu bebê, meu bebê…”

KELLY KEY, a cantora sofreu um aborto da sua segunda gravidez com o atual marido Mico, as 10 semanas de gestação, sofre um aborto espontâneo, já é mãe de uma menina e um menino, lindos e saudáveis.

MARIAH CAREY, diz em entrevista, que em 2008 sofreu um aborto espontâneo da sua primeira gestação, hoje, conseguiu ter seus gêmeos.

JAQUELINE, jogadora de vôlei da seleçã feminina, perdeu o primeiro bebê logo nas primeiras semans de gestação em mio deste ano.

PITTY, cantora de rock, infelizmente passou pela perda aos 3 meses de gestação. Diz: “(…) a forma que eu encontri pra não me tranformar numa bêbada, drogada e sofredora pelo que tinha acontecido comigo fui enfiar a cara no trabalho…”. Torço por você Pitty, logo terá outro bebê.

wpid-logo-clin-peq19

Anúncios

Marcado:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: