Arquivo mensal: setembro 2015

#Beleza: Diversidade e Inclusão no Fashion Week de NY.

Apresentação do evento FTL Moda trouxe também modelo com síndrome de Down

Olá meninas, tudo bem?

Os desfiles da Semana de Moda de Nova York , que se encerram dia 17 de setembro, mostraram no último domingo (13) uma moda de inclusão dentro das apresentações do evento FTL Moda, que traz novos talentos nas áreas de moda e modelagem. Pelo menos três grifes levaram à passarela modelos com deficiência física (sem mão e parte do braço), como Shaholly Ayers e Rebekah Marine, além de uma garota com síndrome de Down, a australiana Madeline Stuart, de 18 anos.

Rebekah Marine exibe seu braço biônico durante desfile no evento FTL Moda: look é da grife Anna’s Loud.

Entre as marcas participantes do FTL, a Anna´s Loud desfilou com a modelo Rebekah Marine, que tem braço biônico há quatro anos. “Ser uma modelo com deficiência tem sido extremamente difícil ao longo dos últimos anos. As agências muitas vezes sequer olham meu portfólio. Mas percebi que é tudo sobre encontrar o seu nicho. Aceito que a maioria dos clientes pode não querer trabalhar comigo com base na minha ‘deficiência’”, disse recentemente em entrevista ao site Mashable. Rebekah fez duas entradas, com looks em tons de cru, como o maxicolete com pontas triangulares laterais e o vestido de um ombro só.

A modelo amputada Shaholly Ayers desfila com e sem a prótese para a grife Alexandra Frida.

A modelo amputada Shaholly Ayers também participou do evento, desfilando para duas marcas, a Alexandra Frida, com um saia evasê e um top cropped . Ela fez duas entradas, uma com a prótese e outra sem o aparelho. Também entrou na passarela para a marca sul-africana Hendrick Vermeulen, com vestido longo, com transparências sensuais e região dos olhos pintada de azul, como um máscara.

A grife da África do Sul também levou para a passarela a modelo australiana Madeline Stuart, que tem síndrome de Down e fez sua estreia nas passarelas. A garota entrou com um vestido longo, com corset, armação nos quadris e saia feita a partir de pedaços de tecido costurados um ao outro. Na segunda entrada, shorts e camiseta com estampa de peixe, ao lado de dois modelos pintados de azul, com inspiração no filme Avatar.

A australiana Madeline Stuart com síndrome de Down estreou na Semana de Moda de Nova York no desfile da grife Hendrick Vermeulen.

Quando resolveu ser modelo, Madeline começou a treinar natação e fazer dieta específica, chegando a perder 20 kg. Após sua primeira sessão de fotos, sua mãe Rosanne postou as imagens nas redes sociais, que se tornaram virais. A partir daí, faz campanhas de moda e também de conscientização sobre deficientes. Recentemente, sua mãe disse aoDaily Mail : “Ela trabalhou duro para isso. As pessoas com síndrome de Down podem fazer qualquer coisa.”

A modelo Rebekah Marine em sua segunda entrada para a grife Anna’s Loud.

Com vestido sensual e transparente, Shaholly Ayers também desfila para a grife sul-africana Hendrick Vermeulen

Com vestido sensual e transparente, Shaholly Ayers também desfila para a grife sul-africana Hendrick Vermeulen.

Muito maravilhosas né meninas?
Eu achei demais essa ideia das marcas mostrarem essa inclusão no mundo da moda que geralmente é tão restrito e padronizado, muitas pessoas quando passam por problemas semelhantes geralmente acham que a beleza e auto estima simplesmente acabaram, isso não é verdade!
Quando você passa por um processo de perda da estética natural, é ai que auto estima é passo mais importante para superar esses obstáculos!

O que vocês acham?

Fonte: Terra.com

wpid-logo-clin-peq191 (1)

Anúncios

#Cultura: Góticos na moda, Góticos suave, Rainha das trevas de volta?

A atriz Cassandra Peterson anunciou durante a Comic-Con de Boston, onde recebeu uma homenagem por sua carreira, que sua famosa personagem Elvira vai virar série animada.

Olá meninas tudo bem?

Essa semana vi uma matéria muito legal dizendo que Nossa Rainha Gótica estará de volta agora numa série animada que eu to doida pra ver!

Peterson ficou famosa na década de 1980 apresentando o programa de TV Elvira’s Movie Macabre, dedicado à exibição de filmes de terror. Daí a personagem virou um grande sucesso e até ganhou um filme: Elvira, a Rainha das Trevas, de 1988, que virou clássico da Sessão da Tarde.

MAis eae, você sabe o que realmente significa ser gótico?

Gótico é o adjetivo que designa o que é proveniente, relativo, criado ou usado pelos Godos, o povo germânico.

O termo ganhou também a conotação de duro ou bárbaro, e desde o século XVIII também é usada para se referir a coisas diferentes, distintas e excêntricas.

Por acaso você já viu um pessoal que se veste todo de preto, geralmente maquiado com olhos escuros e pele pálida e que são conhecidos por visitarem cemitérios à noite?

Eles são chamados de góticos e costumam vagar pelas grandes metrópoles do Brasil assustando as pessoas mais conservadoras com seu visual pesado e sombrio.O estilo gótico surgiu na cena pós-punk dos anos 80 com bandas comoJoy Division, The Sisters of Mercy, Bauhaus, Siouxsie and the Banshees,The Cure entre outras. O termo gótico define um estilo arquitetônico medieval de igrejas dos séculos 12 a 15 na Europa. Durante a Idade Média, a invasão de povos bárbaros influenciou a arte européia com imagens de monstros como as gárgulas e os vampiros, por exemplo. Daí os góticos tiraram o gosto pelo sinistro e uniram ao ideal romântico de viver a vida – o sofrimento por amor, o interesse pelo além etc.

O surgimento do termo Gótico Suave

Esse termo “gótico suave veio apartir de um tutorial no mínimo bizarro do WikiHow, que provavelmente traduziu o famoso pastel goth de maneira questionável. Virou piada no Twitter logo em seguida, mas, por alguma razão, o pessoal adotou o nome por aqui no Brasil pra valer, com várias blogueiras criando os seus tutoriais de beleza e estilo.

No auge do DeviantArt existiam muitos ensaios fotográficos que flertavam com essa mistura de tons mais suaves na época, misturando o preto e roupas agressivas com cores em sua versão pálida. Vale lembrar que a Marimoon trouxe um pouco disso na época do Fotolog numa corrente mais puxada pro lado dos emos e popularizou o estilo entre seus seguidores.

Sem falar que a cultura japonesa é também uma grande influência, principalmente pela mistura de estilo amplamente difundida pelos integrantes de bandas de J-rock que são adeptos do gothic lollita ou EGL, provavelmente nascido no simbólico bairro fashion de Tóquio, Harajaku.

Mas de uns tempos pra cá deu pra perceber que a meninada está menos hardcore ou fantasiosa na hora de se vestir, indo mais por uma vertente fashionista e equilibrada com o mundo normal e o estilo gótico. Chapéu, batom preto sem maquiagem pesada nos olhos, roupas nem sempre pretas, mas sempre muito sóbrias, misturando peças mais simples com acessórios mais agressivos, como correntes, spikes e etc. Não tem mais aquela pegada de morcegão, sabe? Eu diria que é um jeitinho mais socialmente aceito de ser gótico.

Influencia do estilo na musica

No Estados Unidos desde os tempos de The Voice, Melanie Martinez chamou a atenção do público, tanto por seu visual excêntrico, quanto pela sua voz magnífica. O cover de “Toxic”, da Britney Spears, criou muitos fãs para a garota de apenas 17 anos na época. Pois bem, quando terminou o programa em sexto lugar, foi um tremendo choque, já que Melanie tinha potencial para ir mais longe, mas sempre esteve evidente que poderíamos esperar algo grande dela. Em 2014, Melanie lançou o EP Dollhouse, que nele continha a música Carousel, que foi usada para uma preview da 4ª temporada da série de terror American Horror Story.
Esse “algo grande” foi lançado recentemente com o nome de “Cry Baby”, seu disco de estreia.

“É a minha festa e eu vou chorar se eu quiser / Chorar se eu quiser, chorar, chorar, chorar, chorar, chorar / Eu vou chorar até as velas queimarem todo esse lugar / Vou chorar até a minha festa de lástimas ficar em chamas”;

Seu estilo meio doll, é fruto do seu estilo menina-mulher e de suas músicas e letras com o mesmo significado.  Suas letras falam desde problemas em casa, paixonites, inseguranças, etc. Em Dollhouse podemos ver por completo seu estilo: as roupas de “boneca” (que Melanie faz questão de usar em shows, inclusive), a letra da música remetendo os problemas de uma família que quer parecer perfeita (como bonecos), porém possui milhões de defeitos. A “brincadeira” de ser uma dollhouse, que faz com que nós reflitamos sobre se importar com a aparência, sermos influenciáveis, etc. Observe bem os vídeos e músicas da cantora e você se enxergará ali ou identificará alguém. Melanie consegue, com seu estilo e composições falar sobre a infância, problemas familiares e questões pessoais.


O primeiro álbum oficial da cantora, foi lançado no mês passado (14/08) e a linda da Melanie disponibilizou ele inteirinho no Youtube dela! Que artista, né? Cry Baby, como o álbum é chamado, tem como seu tema principal essa “infantilização”. Como nos nomes das faixas Teddy Bear (Ursinho Teddy), Sippy Cup (Copo com Canudinho), Inclusive o encarte do CD é em forma de livrinho de contos. De forma paralela, suas músicas tratam de assuntos “muito adultos”na maioria das vezes.

Em novembro ela vem pro Brasil e você pode comprar seu ingresso AQUI.


Góticos na TV

Na literatura e nas produções de TV o mesmo se confirma: livros dedicados à histórias sombrias têm ocupado as prateleiras dos mais vendidos como a história “Fallen” da escritora Lauren Kate, que já ganhou cinco sequências, além da série de terror americana American Horror Story que, atualmente na quinta temporada, já escalou até Lady Gaga e Naomi Campbell para fazer parte do elenco.

Por anos Tim Burton vem trazendo sua visão obscura e única para as telonas e de uma maneira que só ele consegue.

Todo mundo sabe que Burton e Johnny Depp formaram um vínculo que resultou em uma parceria de oito filmes juntos, mas isso tudo começou em 1990 com a fábula “Edward mãos de tesoura.” Um dos filmes que podemos categorizar com uma enorme influencia para esse mundo gótico. E agora a Fox está celebrando seu aniversário de 25 anos com uma edição comemorativa em Blu-Ray e DVD.

Junto da bela edição restaurada do filme, esse lançamento ainda inclui bonecos de papel customizados, uma forminha de biscoitos em formato de coração e um purificador de ar com cheiro de grama recém cortada. Uma das últimas aparições na tela do icônico Vicent Price também faz parte da edição.

Entre dentro desse bizarro e lindo mundo de Tim Burton quando a edição em DVD e Blu-Ray dos 25 anos de “Edward mãos de tesoura” chegarem nas lojas no dia 13 de Outubro.


Demais né!

Olha só como eu sou gótica, nessa make eu usei o famoso batom preto da blogueira e Youtuber Lindsay Woods.

11988319_1039784902723067_3436619934935993180_n

Agora se você quer aderir a moda de uma forma mais leve, a Avon tem várias opções de batons escuros e com um precinho bem legal, olha só:

Cereja matte, é um vinho fechado bem lindo p usar no inverno.

Já o amora matte é um vermelhão lindo que fica bem p qualquer tipo de pele.

O meu preferido é o Vamp, um roxo maravilhoso bem escuro, com uma camada fina de pó translucido fica perfeito olha só:

vamp

Eu amei as cores escuras da Avon, e bem facinho de achar né gente?

Ao todo são 30 cores disponíveis! Dá pra ver todas elas no catálogo online.

Achei a qualidade bem bacana e a embalagem bonita (bem prático a tampinha transparente pra ver a cor!).

Curtiram os batons? Qual é o seu favorito?

Espero que gostem desse mundinho diferente, rs! Até a próxima!

banner