Arquivo mensal: outubro 2016

#Beleza: 20 dicas de como ter uma depilação perfeita?

depilacao-da-regiao-da-virilha

Confira 20 dicas para manter a pele ainda mais bonita após a depilação e ainda arrasar durante o verão

Ter uma pele livre de pelos é o desejo de muitas pessoas, principalmente, durante o verão, em que as idas à praia e a piscina aumentam. Muitas pessoas costumam recorrer a métodos práticos, que removem os pelos rapidamente, mas podem causar problemas, como a foliculite – bolinhas vermelhas ou esbranquiçadas que resultam em coceira, pelos encravados e até manchas escuras na pele.

Danyelle Van Straten, fundadora da DepylAction, primeira rede de depilação no páis e que comemora 20 anos em 2016, enumerou 20 dicas para uma depilação perfeita. Confira:

1)       Pré-depilação: Antes de realizar um procedimento de depilação, o ideal é manter a pele limpa, de preferência com um sabonete neutro, e bem hidratada.

2)       Além da hidratação, é importante realizar a esfoliação ao menos uma vez na semana, que facilita a remoção dos fios e evita pelos encravados.

3)       Para peles sensíveis, o ideal é apostar em métodos menos agressivos, como um creme depilatório, não se esquecendo de fazer o teste antes da aplicação, e a cera, de preferência morna ou em temperatura ambiente.

4)       Com a chegada do verão, peles bronzeadas devem ficar longe da fotodepilação. O sol pode interferir no resultado destes procedimentos, além de causar manchas definitivas na pele.

5)       Paramanter uma pele lisinha, uma boa dica para o verão é a depilação com cera morna. Mas temos que ter cuidado, evitar exposição ao sol24 horas antes e depois da depilação.

6)       A cera mornaainda traz outra vantagem, pois a temperatura ajuda a dilatar os poros e facilita a extração dos pelos pela raiz.

7)       Peles claras com fios escuros conseguem um bom resultado com tratamentos a fotodepilação e o laser, uma vez que ele é mais atraído pela melanina.

8)       Apesar do aspecto áspero, os pelos grossos são os mais indicados para as depilações a laser e fotodepilação.

9)       Em pelos finos, o mais indicado é investir em métodos como o creme depilatório, linha ou mesmo cera fria, que impedem o pelo de crescer tão rápido.

10)   Ao depilar os pelos com lâmina, é muito comum que os fios fiquem encravados. Métodos como fotodepilação, laser são eficazes para tratar e prevenir o problema.

11)   Para fazer a depilação durar mais, é preciso respeitar o ciclo de vida do pelo, ou o resultado da próxima sessão pode ser comprometido.

12)   Além da pele, o corpo precisa ser hidratado constantemente. Tome ao menos 2 litros de água diariamente.

13)   Evite o uso da lâmina. Apesar da praticidade, a lâmina costuma aumentar a rapidez do crescimento dos pelos.

14)   A lâmina ainda pode machucar e ferir a pele gravemente. Caso o método seja escolhido, é preciso ficar atento à hidratação

15)   Aparelhos elétricos também não é uma boa escolha, eles cortam o pelo logo na superfície, deixando o aspecto de que estão ainda mais grossos.

16)   Quem não possui muito tempo e deseja reduzir o número de procedimentos, o ideal é optar por um método mais duradouro, como a cera, que além de remover os pelos pela raiz e retardar seu crescimento, traz benefícios para a pele depilada, deixando-a mais lisa e menos propensa a folicutite.

17)   A hidratação da pele deve ser uma rotina, mas no dia de realizar o procedimento, evite o uso de cremes e loções, pois esses produtos formam uma película que impede a aderência dos pelos.

18)   Outra dica importante é a utilização de um bom protetor solar diariamente, mesmo em dias nublados.

19)   Após os procedimento, o uso de cremes e loções à base de aloe vera e rosa mosqueta é muito recomendado, pois acalmam e regeneram a pele.

20)   Após as seções outra dica importante é utilizar roupas leves, naturais e confortáveis, pois elas evitam que a pele fique irritada.

 

wpid-logo-clin-peq191 (1)

Anúncios

#Saúde: Doe um lenço, ganhe um sorriso!

Kian Arte em Tapetes promove oficinas com arquitetos e designers de interiores em prol de projeto idealizado por Fernanda Nunes!

Outubro Rosa é um movimento popular internacional marcado por ações de conscientização sobre o câncer de mama, doença que atinge cerca de 2 milhões de mulheres por ano. A Kian Arte em Tapetes adere à campanha e promove em seu showroom a campanha “Doe um lenço, ganhe um sorriso”, idealizada pela Fernanda Nunes, e apadrinhada pela designer de interiores Katia Perrone.

A campanha constitui em doações de lenços para mulheres em fase de tratamento quimioterápico. Desde o dia 04 de outubro foi disponibilizado na loja uma urna acrílica para as doações dos lenços.

Kian Arte em Tapetes convidará arquitetos e designers de interiores, que sob orientação da artista plástica Claudia Oliva, criarão uma pintura autoral as quais serão transformadas em estampa pela artista e impressa em lenços para doação.

No dia 27 de outubro, os lenços ficarão expostos na Kian Arte em Tapetes das 17h às 22h, e posteriormente serão doados para o instituto AC Camargo.

Como tudo começou: Através de uma doação de cabelo para uma instituição que faz perucas, Fernanda Nunes sentiu a vontade de fazer algo a mais para ajudar as mulheres portadoras do câncer: “eu e minha filha fizemos a doação no ano passado e eu pensei que poderia continuar ajudando essas mulheres de alguma maneira. Não quis mexer direto com o cabelo, pois já há várias entidades fazendo isso. Então eu pensei nos lenços”, conta.

Com a ajuda de amigos e familiares, Fernanda começou a campanha para arrecadar os lenços no dia internacional da mulher, 08 de março de 2015. Porém, foi através de uma página criada no Facebook que a iniciativa ganhou força. Hoje é possível encontrar caixas da ação em lojas, supermercados ou até mesmo contribuir via correio. Já foram doadas mais de cinco mil peças.

Sobre o evento:

Onde: Na Kian Arte em Tapetes – Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1719 – Jardim América.

Quando:
Dia 27 de outubro: Exposição das peças e coquetel das 17h às 22h.

Sobre a Kian Tapetes: Atualizada com as últimas tendências do mercado internacional, a Kian Artes em Tapetes traz para o Brasil produtos com desenhos inovadores e exclusivos, fortemente ligados ao conceito artístico, da moda e alinhados as melhores lojas do mundo. Com estoque amplo de mais de 30.000 m2, a Kian conta com produtos originários da Índia, Nepal, Tibet, Paquistão, Irã e Turquia. Showroom:Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1719 – Jardim America, São Paulo – SP, 01441-002 – Tel. (11) 2845-1185/1186 –kiantapetes@kiantapetes.com.br – www.kiantapetes.com.br

wpid-logo-clin-peq191 (1)

#Cultura: Artista transforma obras de arte de seus filhos em belas peças de jóias

Olá meninas, tudo bem?

Desenhos de crianças nem sempre são os mais elaboradas, mas há um certo charme inocente que os torna particularmente especiais.

Quando crescemos, geralmente perguntamos por que nossos mantiveram aquele desenho horrível que fizemos quando tínhamos 3 ou 4 anos de idade. É difícil entendermos o orgulho deles em apresentar uma obra de arte tão peculiar — até que tenhamos filhos! Quando seus descendentes criarem a própria obra de arte para você, será simplesmente impossível não se encantar!

Dois artistas turcos criaram uma engenhosa maneira de exibir os desenhos de seus filhos. Além de apenas enquadrá-los na parede ou fixá-los na porta da geladeira, os criadores por trás de “Tasarim Takarim” estão transformando-os em jóias, como colares e brincos. Dê uma olhada em alguns modelos abaixo!

Instagram/ tasarimtakarim

O que começou como um desenho feito por um garoto de 6 anos de idade, foi transformado em um colar de prata banhado a ouro — um projeto peculiar, bonito.

O acessório resultante parece travesso e adoravelmente inocente — duas qualidades que perfeitamente resumem a magia da infância!

Instagram/ tasarimtakarim

Um garoto de 5 anos é o “designer” desta peça — os artistas no Tasarim Takarim gostam de creditar as crianças por trás de cada obra de arte.

Este anjo pequeno e adorável vem com a falta de clareza que os desenhos infantis geralmente possem: é que o cabelo ou um par de asas? No final, não importa. Ele tornou-se um ornamento muito precioso, de qualquer maneira.

Instagram/ tasarimtakarim

Este foi criado por uma criança de 4 anos de idade, e é incrivelmente elegante e adoravelmente infantil.

Os artistas de Tasarim Takarim criaram inúmeras peças de jóias como este — criações que permitirão que você guarde eternas lembranças da criatividade de seus filhos, bem pertinho do coração!

Instagram/ tasarimtakarim

Instagram/ tasarimtakarim

O que você achou dessas criações originais?

Créditos: perfeito.guru

wpid-logo-clin-peq191 (1)

#Comportamento: A vida não precisa ser só trabalhar, pagar contas e morrer

 A gente é muito cobrado o tempo todo.

O
TEMPO
TODO.

Tem que ir bem na prova, tem que passar de ano, tem que entrar numa faculdade boa, tem que fazer um curso renomado, arranjar um bom emprego, ter um bom currículo, ganhar mais que os seus amigos.

Eu, pessoalmente, nunca entendi essa pressão toda em arranjar um bom emprego aos 20 e tantos anos de idade.
A gente é ensinado que sucesso na vida é ter um cargo alto, numa empresa reconhecida, com vários subordinados.
E a gente cresce acreditando fielmente nisso.

E daí se você vai se tornar uma pessoa depressiva, mega competitiva e materialista? Se você tá ganhando dinheiro é isso que importa, né?

Não.

A vida não deveria ser só estudar, trabalhar, ganhar dinheiro e morrer.
A gente não nasceu nesse mundo maravilhoso cheio de lugar diferente, pessoas singulares, comidas exóticas pra viver num escritório, todos os dias das 9h as 18h.

Eu, por exemplo, me considero uma pessoa muito bem sucedida.
Nunca trabalhei em multinacional, pedi demissão de todas as empresas em que entrei e nunca ganhei nenhum salário de dar inveja.
Mas me considero muito melhor sucedida do que todos os meus amigos de terno e gravata que recebem mais de 5 salários mínimos por mês.
Eu já pulei de paraquedas, já dei aula de inglês pra monges no interior da India, já fui pra países que a maioria das pessoas nunca nem ouviu falar, faço trabalho voluntário, já mochilei completamente sozinha sem direção, já morei em vários países, já fui roubada e fiquei sem dinheiro nenhum em outro continente sem ninguém pra me ajudar.
Isso não conta como experiência?
Isso não deveria ser perguntado em entrevistas de emprego?

Vocês não são os currículos de vocês.
Vocês não são as empresas multinacionais que vocês trabalham.
Vocês não são o salário que vocês ganham.
Vocês são o que vocês vivem.
As pessoas que vocês conhecem.
Os livros que vocês lêem.
Os lugares que vocês vão.
As experiências que vocês têm.

Gente, vai trabalhar como garçonete, juntar dinheiro e viajar o mundo.
Vai fazer trabalho voluntário.
Vai escrever um livro, mesmo que não seja publicado.
Lute por uma causa que você acredite, mesmo com o mundo inteiro te achando louca por isso (nessa eu sou profissional).
Vai plantar uma árvore, seila.

Louco é quem, aos 20 e tantos anos, está preso no trânsito indo trabalhar. Vendo as mesmas pessoas. De frente pro mesmo computador.

Essa busca toda por sucesso profissional é pra que?
Você realmente precisa de todo esse dinheiro que você ta ganhando?
O que vai te acrescentar na vida uns zeros a mais na conta do banco?
Você se acha uma pessoa superior por ter estudado na GV, ou na Insper?
Por trabalhar no Itaú?

E, a não ser que vocês tenham que ajudar financeiramente em casa, não digam que o problema é dinheiro.
Como eu já falei em um outro texto que eu publiquei aqui, eu passei dois meses mochilando pela Ásia com o salário que eu ganhei em um ano de estágio.
E ainda sobrou.
A gente não precisa de todos esses excessos que a gente acha que precisa.

Chegamos aos 60 anos.
Ricos.
Morando no jardins.
Com um apartamento de 300m².
Com faxineira todos os dias para lavar nossa louça e estender nossas camas.
Com o carro do ano.
Com filhos nas aulas de inglês, alemão e espanhol.
Achando que todo o nosso propósito na vida foi alcançado.

Mas chegamos infelizes.
Depressivos.

Realização pra mim não é dinheiro.
Realização são histórias pra contar.
Realização é sentar num bar com amigos e beber uma breja gelada, sem me preocupar no trabalho que eu deixei de fazer hoje porque eu tava sobrecarregado e não sobrou tempo.

Vão atrás do que faz o coração de vocês vibrar.
A gente é muito novo pra se preocupar com aposentadoria e hipoteca.

Caixão não tem gaveta, o que vocês ganharem em vida não vai ser levado depois que vocês morrerem.

O que se leva dessa vida é a vida que se leva.

Créditos: livreblog

wpid-logo-clin-peq191 (1)